Como diminuir os custos por resultados em anúncios de forma extraordinária







Se você pode comprar um tênis por R$ 100,00 em uma loja, por que compraria o mesmo acessório por R$ 200,00 em outra? Não faz sentido! Todo mundo gosta de economizar no que puder, por isso, hoje você vai aprender como diminuir os custos por resultados em anúncios no Facebook Ads. Custos por resultados Antes de aprender como reduzir os custos por resultados, você precisa entender o que isso significa. Uma pergunta muito comum que surge na cabeça das pessoas quando elas decidem anunciar no Facebook é quanto um anúncio custa. Porém, pode parecer frustrante, mas a resposta é “depende”. Muitos fatores podem influenciar no valor da sua campanha, como público, objetivo, produto que está sendo anunciado e meta, por exemplo. Assim, qualquer campanha deve ser personalizada, você não consegue replicar um resultado de sucesso de outro setor no seu negócio. É, por isso, que fazer anúncio é uma ciência. Os custos por resultado, segundo o próprio Facebook, se referem ao custo-benefício da sua campanha. É o valor que você está investindo dividido pelo número de resultados obtidos. Você pode usar esse resultado para comparar campanhas e encontrar a melhor oportunidade para o seu negócio, entender o que melhor funciona para a sua marca. Entre os fatores que influenciam nos valores a serem pagos para o Facebook estão lance de leilão, público-alvo, tipo de otimização, mensagem, criativo do anúncio e programação. Como diminuir os custos por resultados em anúncios Agora que você já sabe para o que serve e o que é, você vai conhecer as principais estratégias para melhorar os custos por resultados. Como já foi abordado anteriormente, o investimento em Facebook Ads varia bastante de um negócio para outro, porém todos conseguem otimizar campanhas e diminuir os gastos. Conheça dicas que podem funcionar para sua empresa: Vá com calma se estiver começando São poucas as pessoas que tem grande quantia para investir no Facebook Ads logo de cara, mas se você é essa pessoa, cuidado! Muita gente acredita que o segredo para conseguir resultados excepcionais é colocar muito dinheiro na plataforma, mas quem já trabalha com isso sabe que o mais importante são as otimizações. Um único dardo que acerta o centro do alvo de primeira é muito melhor que jogar 30 dardos e nem chegar perto do ponto central. Por isso, se você está começando, e não quer perder dinheiro, não comece injetando muito nos seus anúncios. Vá com calma, observe os resultados, o comportamento do seu público, faça teste e, aos poucos, vá subindo o valor do orçamento. Se o resultado não for satisfatório, comece outra campanha e adote o mesmo processo. Não limite tanto o seu público Se você começa restringindo muito o seu público acaba não descobrindo qual é a melhor segmentação. Assim, você pode acabar obtendo métricas distorcidas futuramente. Não entenda que é para deixar o público totalmente em aberto, mas que você deve fazer o mínimo de segmentações necessárias no começo. Realize teste A/B Se você não sabe qual é o público ideal para cada anúncio, qual é a melhor peça criativa, melhor texto, melhor forma de exibição de anúncio e melhor tipo de campanha, você precisa começar a realizar testes. A própria plataforma incentiva que você faça esse teste A/B, descubra o anúncio que dá certo e otimize gastos. É possível fazer os teste utilizando três critérios: Público Otimização de veiculação Localização dos anúncios É possível selecionar um desses seis objetivos para cada teste realizado. Tráfego Instalação de aplicativos Geração de leads Conversões Visualizações de vídeos Alcance Anúncio saturado É muito importante escolher a exposição ideal para o seu anúncio. Aparecendo pouco, você não vai impactar as pessoas como deseja. Isto, porque grande parte das pessoas não clicam no anúncio logo na primeira vez que visualizam o conteúdo. É necessário aparecer outras vezes no feed do seu público para convencê-lo da oferta. No entanto, exagerar na visualização pode saturar o seu conteúdo. Assim, você acaba causando o efeito contrário, fazendo o seu cliente se irritar com a sua marca e até reportar negativamente a campanha, consequentemente, o anúncio se tornará mais caro. No próprio Gerenciador de Anúncios, é possível criar uma regra com o número de visualizações por pessoa. Assim, quando a campanha atingir o número estabelecido, ela não aparecerá mais. Investimentos diários na campanha Quando você cria um anúncio, você escolhe dois tipos de orçamento. O orçamento vitalício estabelece que o próprio Facebook vai decidir em que dias e horários ele vai distribuir o seu anúncio. Essa escolha é baseada no algoritmo de acordo com testes que a própria plataforma realiza. No entanto, o Facebook precisa de 7 dias para encontrar os resultados ideais e, para muita gente, é um tempo que não pode ser esperado. Por isso, não compensa. Além disso, o resultado dessa análise não é totalmente preciso, pois houveram variações ao longo da semana de testes. Quando você opta pelo orçamento diário, você consegue estabelecer quanto será gasto em cada dia e, por isso, ganha controle sobre o orçamento. Dependendo do desempenho, você pode ir aumentando esse valor. Descubra qual das duas fórmulas funciona melhor. Inicie com CPM automático (oCPM) Outra medida para diminuir os custos por resultados em anúncios no Facebook Ads é utilizar a forma certa de cobrança. São 3 tipos para você optar na criação da sua campanha. O CPC é o famoso “Custo por Clique”, ou seja, o valor só será descontado do seu orçamento quando o público clicar no anúncio. Essa configuração é ideal para quando você quer que alguém seja redirecionado para o seu site, por exemplo. Também é recomendada para quando você seleciona para que seu anúncio apareça na barra lateral do Facebook. Assim, você só paga se funcionou. Outra opção é utilizar o CPM que significa “Custo por Mil impressões” e quer dizer que o valor será descontado do seu orçamento só depois de mil visualizações. Neste caso, a ferramenta prioriza que ele apareça no feed de notícias. O oCPM ou CPM otimizado/automático é uma forma mais avançada do CPM. Nesta configuração, o Facebook vai exibir o seu anúncio para um público que tem mais chance de clicar e converter. Assim, utilizar o oCPM pode ser muito mais vantajoso que as outras duas formas. Ele é principalmente indicado quando você vai começar anunciar e não tem um histórico de performance, pois o Facebook buscará pelo público que se identificará com a sua campanha mais assertivamente. Entretanto, se você está fazendo retargeting, utilize o CPM comum, pois ele partirá de um público já qualificado e, por isso, não precisa buscar por pessoas que terão maior potencial de clique. Agora, que você já sabe algumas das principais técnicas para diminuir os custos por resultados em anúncios no Facebook Ads, comece aplicando cada uma delas gradualmente e veja qual delas funciona para o seu negócio. Aposte nas melhores formas e sempre trabalhe na otimização dos seus anúncios!

475 visualizações

© 2018 por E-Commerce Rocket

  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram

Aceleradora de E-Commerce