Ações de marketing durante a pandemia de coronavírus

Ações de marketing durante a pandemia de coronavírus

Atualizado: Abr 2

As maiores marcas do mundo já perceberam que não é hora de abandonar as estratégias e, por isso, desenvolveram diversas ações de marketing durante a pandemia de coronavírus.


As ações variam entre trocar de logo, fazer vídeos explicando os processos de higiene dos estabelecimentos e até procurar um novo nome para a marca, como é o caso da cerveja Corona. Também teve empresas, como a Hershey, que cancelaram campanhas que demonstravam contato físico entre as pessoas na rua.


Todo mundo já sabe que esse vai ser um momento difícil e de crise causada pela doença covid-19. Como a maior recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) é ficar em casa, as empresas vão ter que adotar o home office ou até parar as suas operações.


No entanto, é possível se reinventar nesta época, podendo crescer ou, pelo menos, se manter durante a pandemia.


Empresas que estão ajudando a comunidade durante a quarentena


Muitos players do mercado uniram o senso de comunidade e responsabilidade social a ações de marketing durante a pandemia de coronavírus. Além de ajudarem a população, também estão fortalecendo a marca e demonstrando que se importam.


Ambev: fabricação de álcool em gel


A gigante do mercado de bebidas anunciou que parte do álcool utilizado na produção de cervejas seria revertido na fabricação de álcool em gel, esse material, que está em falta em muitas cidades brasileiras, será doado aos hospitais e outras unidades de saúde do SUS (Sistema Único de Saúde) das cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.


Burger King: doação de lucro ao SUS


O presidente da rede de fast food no Brasil, Iuri Miranda, fez um vídeo para as redes sociais explicando as medidas adotadas pela empresa em questão de higiene e o fortalecimento do BK nos aplicativos de entrega.


No entanto, o que mais chamou atenção foi que Miranda anunciou que parte dos lucros da venda de produtos serão destinados ao SUS.


McDonald’s: é tempo de estudar


O McDonald’s decidiu oferecer para pequenas e médias empresas do ramo alimenticío cursos profissionalizantes. Os cursos são online e totalmente gratuitos e atuam em três frentes: desenvolvimento sustentável, higiene e segurança alimentar. As inscrições foram abertas na segunda (23) pelo site da rede.


Magazine Luiza: frete grátis


A gigante varejista decidiu que ia zerar o frete para produtos de extrema necessidade durante a pandemia, como álcool em gel, nebulizadores e máscaras, para quem não pode sair de casa. Basta pedir pelo aplicativo da Magalu.


A empresa estendeu a mesma promoção para outros produtos. Assim, os seus clientes podem fazer compras durante esse período sem pagar pelo serviço de entrega e de forma extremamente segura.


Distância Salva


A campanha distância salva é consequência da união de publicitários que criaram um coletivo para a conscientização sobre fazer o isolamento social e evitar contato físico entre pessoas.


A 99 táxi fez uma publicação nas redes sociais e obteve respostas de outras marcas que se solidarizaram com a campanha. Assim, propagaram a mensagem e ainda fortaleceram a marca.


Entre as empresas participantes estão Hershey, Oi, Itaú Cultural, Rappi, Havaianas, RicardoEletro, Youse, Isobar, Pros, In Press Porter Novelli, Endemol Shine e OLX.


Além dessas empresas, muitas outras criaram ações de marketing durante a pandemia de coronavírus. São os casos da Amazon, que disponibilizou livros grátis; Udemy e Faber Castell, que estão oferecendo cursos gratuitos, e Stoodi, que liberou a plataforma de estudo para alunos.


Segundo uma pesquisa realizada pela plataforma MindMiners, no dia 18 de março com uma amostra de 500 pessoas de todas as regiões do Brasil, 47,1% dos participantes acreditam que a publicidade tem um papel fundamental de informação e conscientização.


Dessa quantia, 40,1% afirmaram que viram ações publicitárias relacionadas ao coronavírus. O sentimento de 48,1% é positivo em relação ao que viram. A publicidade mais lembrada foi a da Ambev.


Que ações de marketing posso adotar durante a pandemia de coronavírus?


Não são só as grandes empresas que podem tomar atitudes durante a quarentena. Dependendo do seu segmento, você também pode colaborar com a sociedade. Aqui, você vai encontrar algumas dicas de como implementar e realizar ações de marketing durante a pandemia de coronavírus.


Invista em marketing de conteúdo


Você já ouviu que uma das melhores ações de marketing consiste em alimentar o seu público com conteúdos relevantes, porém, muitos empresários alegam que não tem tempo para isso e que os resultados só vem a longo prazo. No entanto, a hora de produzir finalmente chegou.


Calma, eu explico: se você vende produtos fitness, como vai incentivar as pessoas a consumirem os seus produtos se as academias estão fechadas? O marketing de conteúdo pode ser a solução.


Você pode produzir conteúdo sobre treinos em casa, importância de utilizar a vestimenta correta durante a prática de exercícios e muito mais.


Quando você fizer o seu consumidor entender a necessidade, ele voltará a comprar de você. Nunca se esqueça: você vende uma solução, não um produto.


Comece a vender por WhatsApp


Se você não tem dinheiro para investir em uma estrutura de e-commerce, comece a utilizar um aplicativo que você usa diariamente: o WhastApp. Com a versão Business, você consegue ter lista de transmissão, usar a função catálogo, etiquetar contatos, verificar métricas e muito mais.


Transforme o app de mensagens no seu veículo de venda e feche negócios a distância de forma muito simples. Se você nunca utilizou essa ferramenta para trabalho, pesquise e descubra os benefícios de vender dessa forma. Mesmo depois da crise, você poderá continuar utilizando essa rede como uma importante aliada.


Além disso, é válido para manter o contato com o cliente, como não existe uma data estabelecida para o fim da crise, você não pode passar semanas ou meses sumido. Esse contato constante fará muita diferença depois da pandemia.


Confira esse curso incrível sobre vendas com WhatsApp: APERTE AQUI


Foque seus anúncios para sua cidade


Se o cliente não pode ir até você, vá até ele. Se você ainda não conta com sistema de entregas, pode trabalhar com delivery na sua região. Para isso, utilize os anúncios no Facebook e Instagram Ads para divulgar o novo serviço e configure para que ele seja transmitido em locais que você consegue levar o produto.


Outra estratégia interessante que ajuda a vender e criar networking é criar grupos no Facebook com pessoas que tem interesse no seu segmento e clientes. Assim, você vende sem despender muito recurso financeiro, apenas tempo.


Você pode utilizar esse espaço também para divulgar os conteúdos ricos que está produzindo e gerar necessidade de compra.


Pense a longo prazo


É difícil não se desesperar ao ver os comércios fechando e as previsões de vendas caindo, no entanto, não desrespeite a quarentena, isso, inclusive, pode gerar uma imagem negativa para o seu negócio.


Você precisa pensar a longo prazo e traçar estratégias de venda para depois da pandemia. Faça promoções para incentivar o consumo e, caso o que você venda seja serviço, crie pacotes para serem pagos agora e realizados depois.


Se você for do setor de hotelaria, por exemplo, pode focar as suas estratégias em vender reservas para datas comemorativas em meses mais distantes, como natal e ano novo.


Essa é a hora de focar na gestão e entender onde você pode cortar custos. Invista em capacitação, estude o seu segmento de mercado, entenda como funciona a criação de anúncios em Facebook Ads e esteja pronto para atender a demanda que virão quando essa crise acabar. Mantenha-se positivo, esse momento vai passar!


Outros conteúdos relevantes:


Como vender produtos da loja física na internet


O que é um e-commerce? Guia completo para iniciantes

6 truques para aumentar o seu faturamento com anúncios no Facebook Ads

0 visualização

© 2018 por E-Commerce Rocket

  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram

Aceleradora de E-Commerce