Conheça os 5 níveis de consciência do consumidor para melhorar os anúncios!

A relação e a comunicação com o cliente é essencial para realizar vendas, mas disso você já sabe. Porém, entender os conceitos que vou apresentar hoje é muito importante para que isso ocorra. Esse conteúdo é útil para você que trabalha com marketing, vendas, Google Ads, Facebook Ads, estratégia e conteúdo. Eu vim falar dos 5 níveis de consciência do consumidor.


É essencial entender em que fase o cliente está para impacta-lo da maneira correta e levá-lo a conversão. Você pode nunca ter ouvido falar sobre isso antes, mas esse conceito é bem antigo. Ele foi publicado pela primeira vez no livro “Breakthrough Advertising”, lançado em 1966 por Eugene M. Schwartz.


Embora já tenha mais de 50 anos, os 5 níveis de consciência do consumidor podem ser utilizado por todas as empresas que desejam criar uma comunicação mais assertiva. Assim, consequentemente, pode servir como uma estratégia para aumentar o ROI (Retorno sobre Investimento).


Nível 1: Inconsciente do problema


Neste nível de consciência do consumidor, ele não tem noção de que tem um problema que precisa ser resolvido. Neste caso, você precisa criar uma comunicação que apresente a urgência de resolver uma situação que ele não se preocupa. É o famoso conteúdo de ínicio de funil.


Muita gente acredita que essa é a fase de tocar na ferida, mas não é. O consumidor nem sabe que existe essa ferida, então você precisa mostrar pra ele. É o nível mais difícil de venda, mas é o que tem mais potencial, pois é o maior.


Vamos para um exemplo, se você vende pneus de carros mais resistentes, você precisa mostrar para o cliente que tem um pneu comum que ele está correndo os riscos. Para isso, você pode usar storytelling, técnica de contar histórias, para gerar interesse, por exemplo, contando a história de uma pessoa que sofreu acidente causado por pneus.


Você tem que lembrar que esse tipo de consumidor é o que vai ficar mais tempo com você, pois ele precisará passar por todos os níveis de consciência até comprar o seu produto.


Nível 2: Consciência do problema


Depois que o cliente percebeu que tem um problema, ele quer saber como resolvê-lo. E, neste caso, você precisa criar conteúdos ricos para explicar a solução, que pode tanto estar em forma de texto, blog, e-books quanto vídeo no YouTube.


Quem nunca foi até o Google para descobrir o que fazer diante de uma situação adversa? Nem sempre procuramos diretamente por um produto, mas pelo que eu poderíamos fazer para solucionar o problema.


Então, você precisa ser encontrado. Por isso, você precisa trabalhar com otimizações de SEO para ficar nas primeiras páginas dos buscador. Não adianta nada apresentar o problema e o concorrente, a solução.


Nível 3: Consciente da solução


Agora que o seu cliente atingiu o nível 3 de consciência e já sabe o que precisa fazer para solucionar o problema, é preciso apresentar o seu produto. Ele já sabe o resultado final, mas é necessário convencê-lo de que o que você está vendendo será realmente útil. Aqui é o momento de tornar o seu produto irresistível e provar que ele é o melhor.


Nível 4: Consciente do produto


Após atingir o nível 4 de consciência do consumidor, o cliente já conhece o seu produto, mas ainda não comprou com você. Neste caso, você precisa acabar com todos os argumentos racionais (ou não) que criam objeções na cabeça dele.


Para isso, você pode mostrar resultados concretos de quem já comprou e vantagens com relação aos concorrentes. Lembre-se: você não está mais produzindo conteúdo de ínicio de funil, mas do meio. É o momento de reforçar a sua autoridade.


Quando o cliente está nesse nível, ele está quase dando o passo decisivo para atravessar a ponte da conversão. Por isso, você precisa ser certeiro e dar o empurrãozinho que falta.


Nível 5: Completamente consciente


Seu cliente já conhece o seu produto e quer comprá-lo, sabe o que ele precisa agora? De uma oferta irresistível que reafirme o valor. Esse é o cliente que, por exemplo, abandonou o carrinho na hora de fechar a compra. Por isso, uma promoção pode ser tudo o quê ele precisa.


Sabe o que é o melhor desse nível? É que depois de comprar, ele não volta mais para os outros estágios e retorna para comprar com você, porque ele foi convencido definitivamente. Claro que, pra isso, você precisa manter o contato.


Como aplicar esses níveis de consciência do consumidor no meu anúncio?


Agora que você já conhece todos os níveis, pode estar confuso de como utilizá-los em anúncios do Google Ads, Face Ads e Insta Ads. Calma, eu te explico: você pode criar anúncios para todas as fases de consciência.


Você já percebeu que tem que fazer o cliente percorrer todos os níveis para converter e ao mesmo tempo estar pronto para quem já está mais avançado. Por isso, a solução não está só em anunciar produtos.


Crie conteúdos ricos, anuncie vídeos falando sobre os problemas, blogs falando sobre a solução, depoimentos de clientes e e-books informativos. E, é claro que, é muito importante ter em mente que você não deve fazer anúncios diferentes para o mesmo público. Você tem que segmentar e otimizar os anúncios para atingir as pessoas certas.


Por exemplo, se o seu cliente já está no nível 4 não tem porquê você gastar dinheiro apresentando conteúdo de boca de funil, você tem que criar copys mais persuasivas e que falem da sua marca. Ele já sabe do problema. O mesmo vale para o nível 5, neste caso, o correto é apostar em remarketing e utilizar o pixel do Facebook, por exemplo.


Quer saber mais como eu posso te ajudar a criar anúncios com segmentação correta? Faça parte da minha mentoria, clique aqui e descubra como eu posso te ajudar.

590 visualizações

© 2018 por E-Commerce Rocket

  • Black Facebook Icon
  • Preto Ícone Instagram

Aceleradora de E-Commerce